Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Quando "não dá mais"

Os nossos padrinhos de casamento separam-se.
A notícia chegou inesperadamente mas não posso ser verdadeiramente franca se disser que nunca pensei que pudesse acontecer. Somos de alguma forma próximos e sabemos como se relacionam. Além disso, sabemos que as relações, os "casamentos" não são eternos e muito menos fáceis...estas coisas podem sempre acontecer, a qualquer um. Não acabou o amor mas a relação estava tão desgastada e sem brilho, que já não fazia sentido.
Acho que a maior parte das vezes em que se "acaba a relação" não é porque se acaba o "amor" mas porque se deixou de investir, de dedicar e de alimentar a relação. Dá um trabalho do caraças! mas é isso que se tem de fazer se queremos ver uma relação tão íntima e próxima durar...
Nem sempre somos capazes. Ou porque os feitios são diferentes, ou porque se está cansado de insistir em certas coisas que são importantes para nós mas que não chegam à outra parte, ou porque simplesmente baixamos os braços e nos dedicamos a outra área que entendemos mais importante naquele momento na nossa vida, ou nos viramos para nós mesmos primeiro. Por vezes, depois de algum tempo numa relação absorvente, precisamos de nos virar para nós mesmos, para nos voltarmos a encontrar e equilibrar, porque já nem nos reconhecemos. Já me aconteceu e é do mais duro que se pode experimentar. Não se deixou de gostar do outro mas já não estamos bem naquela relação, naquela situação, já não nos sentimos capazes de continuar. É preciso. Por vezes é preciso. E o tempo é o nosso maior aliado. Foi o meu.


Não me custa que os nossos padrinhos se tenham separado. Custa-me sim que estejam a sofrer. E só espero que o quanto antes a vida se-lhes componha porque o tempo vai passar...e vão aprender a lidar da melhor forma com o que lhes aconteceu.

2 comentários:

  1. As relações precisam de muito mais do que amor para sobreviver. Infelizmente nem sempre é possível fazer com que a relação perdure. Há que seguir em frente.

    ResponderEliminar
  2. São situações tristes mas mais vale acontecer uma separação enquanto há respeito entre os dois.
    Que os dois fiquem bem e encontrem paz na decisão.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!