Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 30 de junho de 2017

Celebrar o amor

Por ocasião do nosso aniversário de namoro estar a aproximar-se e por termos uma escapadinha para aproveitar (que nos ofereceram no casamento), fomos até uma das cidades do centro que mais atractiva se tem tornado nos últimos tempos. Mora lá um casal nosso amigo, por quem sentimos algo muito especial, apesar da distância que 300km e vidas muito atarefadas impõem. 
Apesar de termos ido para aproveitar o alojamento onde ficámos e aquilo que oferecia tentando descansar ao máximo, estivemos todo o restante tempo com eles. As saudades eram já muitas e muita coisa havia para partilhar entre os quatro. Pudemos reviver momentos já longínquos das nossas vidas e demo-nos conta de que muito foi simultâneo (afinal começámos a namorar no mesmo ano que eles) e por isso também acabou por ser partilhado. Lembro-me perfeitamente dela, minha companheira amiga, me contar que se tinham aproximado, das primeiras visitas que ele lhe fez, ainda na nossa casa partilhada e de momentos que passámos os quatro logo no início dos "nossos" (nossos e deles) tempos. 


Foi tão mas tão bom estarmos com eles e podermos aproveitar aquela companhia tão especial! Viemos de coração cheio. E foram de uma atenção e gentileza tais que só nos deixaram o desejo de voltar lá todo o fim-de-semana. Que bom é ter amigos assim. São raros, mas existem e nós temo-los, por isso só podemos ser muito abençoados. E assim voltámos a casa com um novo fôlego para enfrentar uma nova semana.
Foi a nossa forma de celebrar o nosso amor, a amizade (que é só uma outra forma de amor, afinal), e deixou-nos lembranças tão especiais. 

3 comentários:

  1. Que coisa boa!
    A amizade é mesmo um amor muito especial :)

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha!! <3

    Um beijinho dourado,

    Catarina

    ResponderEliminar
  3. Quando encontramos amigos assim não os podemos mesmo deixar escapar =)


    Beijinho*

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!