Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

O primeiro dia de 2015


O primeiro dia do ano para nós só começou depois das 16h, hora até a qual nos deixámos ficar na cama, a preguiçar. Levantámos e tomámos um pequeno almoço reforçado, falámos sobre o que se tinha passado na noite anterior e que não podemos permitir que se repita nada do género e decidimos sair para passear. Banho tomado, roupa bonita, passámos no trabalho da minha mãe para lhe desejar um bom ano e lhe dar um beijinho (ela passou com amigos o fim de ano) e fomos até Mafra ver o Convento, jantámos em Sintra e ainda demos um saltinho a Cascais. Só para começar o ano com o melhor que se pode desejar: quem se ama ao lado, bem pertinho, calma e passeio. Claro, mais as luzes de Natal, as decorações típicas da época, toda a paisagem mágica que as vilas onde fomos (Mafra, Sintra e Cascais) nos proporcionam e boa comida, num sítio especial. Ele levou-me a jantar a um restaurante que arriscámos experimentar (e fizemos bem!) e trouxe-me de volta a casa, para voltar a adormecer no seu regaço.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!