Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

"Vigília" da Noite de Reis

Ele passa esta noite fora. Saiu hoje cedo, à hora do costume, para o trabalho e só volta amanhã ao final do dia porque uma actividade do trabalho, com os miúdos, assim o implicou. 


É estranho estar sem ele cá em casa e parece-me que nunca é hora de dormir, porque me falta (ele) - e já passa da minha hora de dormir... 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Muito obrigada pelas tuas palavras!