Pesquisar neste blogue

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Voltei!!!!

Bem, já tinha saudades de cá vir!!!
Estive ausente porque entretanto regressei à capital, andei ocupada com os preparativos finais da tese e tenho estado sem acesso à internet.

A tese foi entregue há mais de uma semana (!!!) e agora só me resta aguardar pelo parecer do arguente - que pode entender que não está apta para defesa e sugerir refazê-la ou alterá-la. Mas segundo parece ainda demorará uns dois meses até que eu seja informada de algo.

Já tenho cédula de estagiária!!! Fui buscá-la na semana passada e já pedi ao meu patrono que me dê mais coisas para fazer e me permita acompanhar mais de perto tudo o que seja possível pois neste momento não tenho outra ocupação senão o estágio. Por mim iria ao escritório todos os dias mas o meu patrono acha que ainda é cedo para isso (e eu percebo perfeitamente) mas disse-me que trataria de me integrar mais.


Os últimos dias, apesar de terem trazido boas notícias, não têm sido fáceis. Há ainda muita coisa a preocupar-me - eu sei, preocupo-me demais. Não tenho propriamente ocupação, terei de me esforçar para ganhar rotinas e procurar absorver ao máximo tudo o que puder aprender da prática jurídica. Além disso, tenho consciência de que devo aproveitar o tempo livre que tenho para enriquecer-me a esse nível e procurar fazer coisas de que goste mas não é fácil perceber por onde começar ou como é melhor. A força de vontade tem de ser muita e eu ultimamente tenho-me sentido exausta. Ao mesmo tempo não acho que tenha "moral" para "precisar de férias" (embora no fundo seja isso mesmo que acho que se passa). 
Não ter propriamente um estágio, todos os dias e mais aplicado, significa também não ter qualquer rendimento. Se é verdade que já me passou pela cabeça procurar emprego, nem que seja a tempo parcial, também já cheguei à conclusão de que não será uma boa ideia nesta altura do campeonato. Apesar de não estar todos os dias no escritório, neste momento sinto que tenho de estar o mais disponível para esta fase de estágio e não podia estar mais agradecida ao meu patrono que se tem mostrado sempre muito paciente, compreensivo mas ao mesmo tempo me motiva e transmite tanto conhecimento precioso. Entrosar-me na prática daquilo que espero a ser em breve é o que me deixa mais feliz e por isso quando me é atribuída alguma função ou quando posso acompanhar o meu patrono o meu dia está ganho. 
Não ter dinheiro implica sobrecarregar o G. com despesas para as quais também deveria contribuir mas não posso também continuar a fazer o mesmo com o meu pai. Já me convenci de que nesta fase terei de mostrar interesse e muita disponibilidade, o que implica ter maiores gastos com deslocação.

As viagens para ir a casa no Natal estão absurdamente caras. Ando há semanas com uma dor de dentes que já me preocupa. O aniversário da minha irmã está mesmo aí e não poder estar presente só me deixa triste. A seguir é o do meu pai e a história repete-se. Enfim, não tem sido fácil gerir estes últimos dias e a perspectiva do que se avizinha.

Mas já chega de saber de mim. E por aí, como estão?!

3 comentários:

  1. Já tens menos dois pesos em cima, o resto vai-se conseguindo aos poucos! Força para aguentar esse tempo morto.

    ResponderEliminar
  2. Antes de mais fico super feliz por teres entregue a tese!! Já é menos um peso que tens em cima :) Quanto ao estágio compreendo a tua posição e acredito que aos poucos as coisas se vão compondo! Força para esta fase agora :) Beijinho grande!

    ResponderEliminar
  3. Por aqui está-se a curtir a primeira gripe da temporada. Mesmo assim, está melhor hoje do que ontem e à espera de um amanhã sem febre nem calafrios. Vamos rezar.

    Fiquei "cansado" só de imaginar a tua vida tão atribulada. A vida é mesmo uma luta constante e às vezes parece que não vale a pena.
    Tantas preocupações por tão pouco dinheiro, não é um bom incentivo. :/

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!