Pesquisar neste blogue

sexta-feira, 7 de abril de 2017

A nossa bebé


Sonhei com uma bebé. Não era minha mas tomei-a como tal, ou seja, sei que não a tinha parido mas que era nossa. É estranho eu sei, mas era um sonho. Sei que entrei numa divisão da nossa casa e lá estava no sofá, pequenina e rechonchudinha, com o seu babygrow branquinho, que parecia de veludo, todo preenchidinho, a sua cara redonda bochechuda e dois olhinhos muito espertos que me fitavam. Dei-lhe a chucha, peguei-a ao colo e desci escadas para o encontrar a ele.

Senti que se tinha encaixado tão perfeitamente no meu colo, que quando acordei foi como se me faltasse alguma coisa.

2 comentários:

  1. Pois...se calhar está na altura de arranjares uma...seja de que forma for.

    ResponderEliminar
  2. É o instinto maternal a dizer-te que está na hora :)

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!