Pesquisar neste blogue

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

1 mês ♥ Marido e Mulher


Precisamente há um mês atrás, tínhamos acordado no quarto que nos recebeu para a primeira noite como marido e mulher e acolheu a nossa noite de núpcias. Não dá para descrever a sensação que trazia dentro de mim com rigor mas o que consigo encontrar mais semelhante é a de uma grande plenitude que me enchera a alma. Trazia o coração a transbordar de tanta emoção, de tanto sentimento, de tantos olhares especiais, de tanto carinho. Nunca na minha vida vivi um dia tão especial e feliz como o dia do meu casamento. Até hoje nunca me senti tão acarinhada por tanta gente tão especial para mim como naquele dia. Nunca vivi outro dia em que sentisse que a minha felicidade, aquilo que eu e o meu marido partilhamos e alimentamos todos os dias - o nosso amor - fosse tão partilhado e compreendido, quase que visível, pelos outros e, mais que isso, pelos que são os mais importantes para nós, os mais queridos, os mais especiais. Foi um dia incrível e acordámos quase que nas núvens no dia seguinte. Como se não desse para acreditar que tinha sido real, porque tinha sido tão bom e tão bonito, tão especial, que nem parecia de verdade.
Acordámos de coração cheio com o que tínhamos vivido e sentímo-nos completos por nos termos um ao outro, inteiramente, como sonháramos durante todo o tempo de preparação daquele momento único. Era um misto de plenitude e de tranquilidade inexplicável dentro de mim. Eu senti-me maior, do alto da minha insignificância neste universo. E só me senti assim por ter estado rodeada das pessoas mais queridas, especiais e importantes para nós, numa jornada como aquela. Mais do que isso, senti-me maior por ter sido digna de viver isso e ter a honra de partilhar a minha vida com a pessoa que está ligada a mim tão umbilicalmente que a sinto como parte do meu ser. Ou não nos tivéssemos tornado um só corpo e uma só alma.

Quanto ao espaço temporal, não consigo acreditar que só se passou um mês. Parece que já nos casámos há tanto tempo que não dá para entender. Como se as memórias de um dia tão inacreditável já estivessem mais do que enraizadas dentro de nós e as (poucas) novidades que esse evento trouxe à nossa vida já fizessem parte de nós há séculos - afinal foram a denominação e a aliança no dedo.

6 comentários:

  1. É tão bom ler um relato tão carinhoso e especial... eu senti exatamente o mesmo no dia seguinte ao meu casamento. É um enamoramento tão bom...

    Beijinho e espero que se mantenham sempre assim ;)

    ResponderEliminar
  2. oh! Fogo, sempre que aqui venho fico com vontade de casar! Achas normaaaal??? <3

    Um beijinho dourado,
    O Biquíni Dourado
    Facebook
    Instagram

    ResponderEliminar
  3. Que seja o primeiro de muitos e muitos meses! Que esse amor só cresça :)

    ResponderEliminar
  4. Que seja assim sempre. Ou melhor! :)

    ResponderEliminar
  5. Olá olá olá :)
    Obrigada por comentares o meu blogue pois só assim descobri este cantinho Maravihoso :) adorei! Vou seguir :)

    ResponderEliminar
  6. Há dias que nunca se esquecem e o dia do casamento é um deles. São momentos que marcam o nosso coração. E que só vivemos uma vez na vida, daí ganharem um simbolismo que não há igual.

    ResponderEliminar

Muito obrigada pelas tuas palavras!